Pinhalzinho

24º

17º

Maravilha

22º

14º

São Miguel do Oeste

22º

14º

Chapecó

23º

15º

Profissão que vai além de controlar entradas e saídas

“Minha profissão vai além de abrir e fechar um portão. É na portaria que você apresenta a empresa e é sua simpatia, sua forma como você acolhe e trata uma pessoa, independentemente se ela veio fazer uma ficha ou se é um representante importante, você deve tratar de forma igual”, é como pensa Milena Babicz, 23 anos.

 

Ela trabalha há dois anos e meio em uma empresa de Pinhalzinho, na guarita como porteira. Não há nada na empresa que não precise passar antes pela Milena. “A recepção é aqui então, no caso, todos precisam passar aqui na portaria e se identificar comigo, para que eu possa encaminhar ao setor responsável”, explica a jovem.

 

Entre suas atividades está a de atender telefonemas, controlar entrada e saída de caminhões, carga e descarga de diversos fornecedores. “A comida do pessoal sou eu quem cuido também. Eles me avisam e eu faço o pedido. Faço de tudo um pouco e o mais difícil é quando tudo acontece de uma única vez, pois tem horas que o telefone não toca e não há nenhum caminhão para entrar, mas de repente seis linhas telefônicas ligam simultaneamente enquanto outros quatro motoristas aguardam para eu atender”, sorri dizendo.

 

Milena conta que nunca está sozinha e por isso adora a profissão que escolheu. “Mesmo aqui na guarita, sempre tem movimento e é difícil eu estar parada sozinha. Toda hora tem gente e é por isso que adoro o que faço. Como cuido da central telefônica da empresa, pois aqui é a recepção também, acabo fazendo muitas amizades com clientes”, destaca.

 

Além disso, a profissional também controla as entradas e saídas através do portão Nº. 1 através de um monitor. “Nenhum caminhão sai sem liberação de nota e por isso preciso conhecer todos os setores e funcionários da empresa”, fala.

 

Rosane Schwaab Fiorini atua como recepcionista do Centro Médico de Pinhalzinho, mas também desempenha funções de porteiro. É por ela que muitas pessoas pedem informação e repassam encomendas para serem entregues aos seus destinos. “Acredito que a principal característica da profissão é ser bem prestativo e tentar entende as necessidades de cada um para encaminhar ao local certo. Procuro manter a pessoa alegre e positiva”, diz Rosana.

 

Dia do Porteiro

A quarta-feira (5) foi dia do profissional Porteiro, que atua principalmente em prédios residenciais ou comerciais, mas também em empresas. Parabéns para todos os profissionais!