Pinhalzinho

29º

20º

Maravilha

26º

21º

São Miguel do Oeste

26º

21º

Chapecó

26º

20º

Fusca: o queridinho dos brasileiros

Nesta sexta-feira (20) o dia é dele: do fusca! O queridinho dos brasileiros continua rodando pelas ruas, avenidas e rodovias federias do país. O carro conquistou seu espaço e foi líder de mercado no Brasil por 24 anos consecutivos, perdendo apenas para o Gol que ficou por 27 anos. No Brasil, foram fabricadas apenas 3 milhões de unidades do fusca que teve sua primeira produção realizada nos anos de 1959 a 1986. Por tudo isso e mais, ele recebeu essa data como homenagem, pois faz parte da história do país. O modelo parou de ser produzido no mundo em 2003 e mesmo após marcas famosas criarem carros mais potentes, robustos e modernos o fusca continua atraindo olhares e encantando corações.

 


Um exemplo é o jovem Deividi Rhonei de Quevedo que tem um fusca ano 85. Há aproximadamente quatro anos Deividi comprou o carro. "Quando comprei ele era um carro normal. A primeira coisa que mudei foram as rodas, ao colocar as calotas originais. Depois rebaixei o fusca e continuei alterando ele ao colocar novo sistema de luz, também mexi um pouco no som, depois fiz forração de portas, coloquei película, alterei volante e bancos e também teto em estilo ragtop ou teto solar ", cita.


Quem mora em Pinhalzinho ou passa por aqui já deve ter visto o fusca do Deividi. Esse fusca realmente chama a atenção e já participou de vários encontros de carros antigos na região. Por ser o único veículo Deividi utiliza o fusca para passeio e trabalho.


Quando perguntado por que tem um fusca e não outro carro ele explica: "Pois é! Várias pessoas me dizem que investi dinheiro e poderia ter comprado outro carro, mas eu sempre gostei de fusca, porque ele encanta, até a criancinha pequeninha quando vê um fica feliz. Minha mulher no início não gostava e hoje ela adora andar nele. Quando eu vender esse carro, vai ser para pegar outro fusca mais antigo", revela.


Deividi investiu dez mil reais em alterações no fusca e diz que esse modelo de carro é realmente para quem gosta. Assim como Deividi, quem também tem carinho especial por fuscas é Clari Antonio Fritzen ou popular "Fritz". Ao passar por uma revendedora de veículos em Pinhalzinho, Fritz se encantou por um fusca amarelo. A época antecedia a Copa do Mundo de 2014 então, a sua adoração pela Seleção Brasileira o incentivou a comprar o carro e investir em alterações para deixa-lo a cara do Brasil: amarelo, verde, azul e branco. "No Brasil não tem outro fusca da Seleção igual a esse. Ele é único", afirma.


O fusca é do ano de 72 e é utilizado principalmente para passeio. Esse não foi o primeiro fusca de Fritz. Por volta de 1985 ele já havia adquirido um modelo branco da Volkswagen, e teve mais de dez fuscas ao longo dos anos. O entrevistado conta com saudade do tempo em que organizou um desfile de fuscas no município de Modelo. Também tem orgulho ao dizer que foi convidado para participar do jornal do almoço da RBS em Chapecó e de entrevistas em jornais locais para falar do seu carro.


"Meu carro é bem cuidadinho e até DVD tenho nele", brinca. Hoje, ele fica mais na chácara de Fritz, localizada na Linha Tiradentes. "Ando com ele apenas para ele não ficar parado, pois temos outro carro que usamos no dia a dia", diz.


"O fusca para mim já é importante porque foi o meu primeiro carro. O fusca que tenho hoje é antigo, mas todo original. Na parte exterior ele é verde e amarelo, em partes internas azul e branco. O Fusca e o time da seleção brasileira são minhas paixões e meu sonho é ver o Brasil campeão de uma copa para poder sair desfilar com meu fusca pela cidade", finaliza.

 

 

 

Texto e fotos: Gisele Petry 

Legenda: Deividi e a mulher Fernanda com o fusca ano 85

 

Foto: Arquivo Clari Antonio Fritzen

Legenda: Frtiz registra foto com seu chodó no período da copa, em 2014