Pinhalzinho

22º

11º

Maravilha

22º

10º

São Miguel do Oeste

22º

10º

Chapecó

21º

10º

Sugestão de filme da semana é “Diana”

“Diana”

Olá! No próximo sábado, dia 8, comemora-se o Dia Internacional da Mulher e a sugestão de filme da semana é “Diana”.

 

Após o casamento com o príncipe de Gales, Diana tornou-se uma das mulheres mais famosas do mundo, um ícone da moda e ideal de beleza, admirada por seu trabalho de caridade, em especial por seu envolvimento no combate à AIDS e na campanha internacional contra as minas terrestres.

 

O filme apresenta algumas falhas e acaba perdendo-se no relacionamento vivido pela princesa britânica. No entanto, o estilo de vida humilde e os trabalhos beneficentes realizados por Diana cativaram a todos e são exemplos de como ajudar o próximo.

 

 “Diana” começa em Paris, na noite do acidente de carro que matou Lady Di (interpretada por Naomi Watts). O diretor alemão Oliver Hirschbiegel tenta compreender a vida da princesa do povo, por meio de câmeras que simulam a invasão dos paparazzi à vida de Diana Spencer.

 

É evidente que a mídia transformou uma mulher “de carne e osso” em uma personagem, e por este motivo é que houve muitas críticas ao filme, que aborda a vida de uma mulher solitária e, do seu ponto de vista, até desinteressante. Mas essa é a vida de muitas e muitas mulheres.

 

Aliás, nem sempre a vida é um conto de fadas. No caso de Diana, a princesa se apaixonou por um desconhecido, o cardiologista Hasnat (Naveen Andrews). A história de amor entre eles baseia-se principalmente nos esforços feitos para que mantenham o relacionamento às escondidas e as discussões sobre o quão difícil seria continuar o namoro.

 

A mulher que foi símbolo mundial para uma geração e que enfrentou o rigor das tradições do Reino Unido infelizmente teve um fim trágico, mas nos deixa várias lições. E a principal: a vida é breve (Lady Di viveu apenas 36 anos) e o que deixamos são lembranças. Quais você quer deixar?

 

Play! Ótimo filme!