Pinhalzinho

30º

17º

Maravilha

30º

17º

São Miguel do Oeste

30º

17º

Chapecó

28º

17º

“Prenda-me se for capaz”

Já diz o ditado: “A mentira tem as perna curta.” Deve ser verdade. Mas quando ela é contada com a inteligência (e beleza) de Leonardo DiCaprio, de Tom Hanks e Steven Spielberg, é fácil de acreditar em qualquer história.

 

“Prenda-me se for capaz” é baseado na história real do mais jovem criminoso da lista dos dez mais procurados pelo FBI: Frank William Abagnale Jr. (Leonardo DiCaprio).

 

O filme inicia com Abagnale Jr. já preso por conta da falsificação de quase US$ 2,5 milhões em cheques. Sua história é assim: Na década de 60, após ver a família “quebrada”, Frank Jr. ajuda o pai, Frank Abagnale (Christopher Walken) a dar dois golpes e assim decide sair de casa e representar seu primeiro “personagem”, um professor substituto de francês. Depois, se finge de policial, médico, advogado e tantos outros personagens, na tentativa de ficar rico e escapar do FBI.

 

Nessa “brincadeira” de gato e rato, o detetive Carl Hanratty (Tom Hanks) é o “gato”. Ele é o agente que passou anos atrás do famoso falsário.

 

Em diversos momentos o diretor alterna as conversas do tempo passado ao presente momento, indo e voltando na linha do tempo do filme entre presente e passado.

 

“Prenda-me Se For Capaz” é um filme excelente que deixa uma grande lição de vida: Se você é bom em alguma coisa, vá em frente. Não desista. Se você for honesto e dedicado, as oportunidades aparecerão. Frank Jr., por exemplo, é, atualmente, uma das figuras mais respeitadas no combate às fraudes e gosta de deixar bem claro uma coisa: seus golpes nunca foram para cima de empresas familiares. Se ele precisava comprar roupa numa loja pequena, ele ia até o banco, descontava um cheque (falso) e usava dinheiro para pagar suas contas. Seus alvos eram as grandes corporações e tudo o que ele queria era curtir a vida e ter de volta uma família. Ainda assim, é melhor (e mais seguro) ganhar a vida com o trabalho honesto.

 

 

Play! Ótimo filme!