Pinhalzinho

26º

18º

Maravilha

27º

18º

São Miguel do Oeste

27º

18º

Chapecó

25º

15º

“A História De Gabby Douglas”

Já dizia Albert Einstein: “Todo mundo é um gênio. Mas se você julgar um peixe por sua capacidade de subir em uma árvore, ela vai gastar toda a sua vida acreditando que ele é estúpido”. É isso que acontece com muitos talentos se não forem estimulados e é sobre pessoas excepcionais que trata o filme da semana.
Eu não sei se você conhece Gabrielle Douglas. Eu não conhecia. Sua bela história ganhou um filme após se tornar a primeira Afro-Americana campeã em ginástica artística nos Jogos Olímpicos de Londres, em 2012. Escrito por Maria Nation e Sterling Anderson e dirigido por Gregg Champion, o filme biográfico narra toda a trajetória de Gabby, desde o seu nascimento, em 31/12/1995, até suas conquistas na fase juvenil enquanto ginasta.
Gabrielle (interpretada por Sydney Mikayla na infância e Imani Hakim na juventude) era uma menina hiperativa, sem medos e com muita facilidade de aprendizado. A irmã mais velha, Arielle, praticava ginástica artística e foi ela que estimulou Gabby a entrar em uma academia, porque via na irmã um talento além do normal. A mãe, Natalie (Regina King), sempre teve dificuldades financeiras para manter os quatro filhos e todos abriram mão de seus esportes para que a mãe conseguisse pagar os treinos de Gabby.
Determinada, a pequena de apenas 1m50cm conseguiu grandes conquistas graças aos seus esforços, mas também aos esforços da família, colegas e treinadores (com destaque para o brilhante técnico Liang Chow, interpretado por Brian Tee). A mãe orientava os filhos para que sempre tivessem foco e metas. O treinador, Chow, priorizava o planejamento e dizia que uma ginasta é muito mais do que talento e músculos: É coração. Mais do que saber fazer, é preciso amar o que faz. Assim, a ginasta superou a dificuldade financeira, a distância, as lesões, o cansaço, o racismo e tantos outros obstáculos em prol dos seus sonhos.
Para os amantes de esportes, “A História de Gabby Douglas” é um excelente filme sobre determinação e superação, mostrando o sofrimento por trás do ouro. Aliás, Gabby nos ensina que o sucesso vem, mas depois de muito trabalho.

Play! Ótimo filme!