Pinhalzinho

29º

15º

Maravilha

28º

15º

São Miguel do Oeste

28º

15º

Chapecó

26º

14º

Sabemos superar adversidades?

Olá amigo(a)...após a coluna da semana passada, na qual falamos sobre o desastre ocorrido em Minas Gerais, com o rompimento de uma barragem e sua lama destruiu o meio ambiente e vidas, resolvi abordar hoje o tema da adversidade.

 

Sabemos superar adversidades?

Quer queiramos ou não, a adversidade faz parte da vida. Superar as adversidades é um dos maiores obstáculos que enfrentamos. Os problemas, sejam grandes ou pequenos, apresentam-se durante toda a nossa existência. Independentemente de quão animado, inteligente, ou contente estejamos no momento, independentemente de a vida nos correr às mil maravilhas, inesperadamente todos nós algumas vezes somos confrontados com problemas, lutas, desafios, dificuldades... É como se fossemos postos à prova, para vermos de que somos feitos, como é que conseguimos enfrentar algumas situações catastróficas e angustiantes.

 

Adversidade é uma realidade que acontece na vida de cada um de nós, certamente em número e intensidade diferentes de pessoa para pessoa. Quando acontece, aceitá-la é uma parte da estratégia para nos livrar de mais sofrimento. Aceitá-la pode constituir uma forma de nos reestruturar e seguir em frente. Na verdade, graças a Deus pela adversidade! Aprender a lidar e superar as adversidades é o que somos, pois assim vamos nos conhecendo e evoluindo.

 

Quando você responder de forma positiva e construtiva aos seus maiores desafios, as qualidades as forças e virtudes como: fé, coragem, caráter, combatividade, esperança e perseverança, emergem lá de dentro. É claro que, dado que somos humanos, é muito fácil cairmos na auto piedade, na injustiça da vida, ou na armadilha do “por que comigo?” Pior ainda é culpar Deus.

 

Quando fazemos isso, deixamos de reconhecer as oportunidades de sabedoria e de crescimento que acompanham a adversidade. No entanto, assim que conseguimos ou nos permitimos pensar mais claramente que somos capazes de deixar a vitimização autodestrutiva e os pensamentos improdutivos, ficamos mais capacitados  para lidar com o que está diante de nós. Há inundações, guerras e calamidades de todos os tipos acontecendo. Episódio mais próximo foi o tornado que destruiu casas no interior de Chapecó há poucos dias. Mesmo dentro do nosso círculo de familiares e amigos há perda, morte e tragédia. Embora a dor seja inevitável, sofrer demais é opcional.

 

Mas antes que a  adversidade nos atinja, vamos trabalhar o equilíbrio emocional, fortalecer a coragem e a disciplina. Quando nos tornamos conscientes de que algumas dificuldades são inevitáveis, podemos nos preparar mentalmente para enfrentá-las de cabeça erguida. Quando estamos preparados para o pior, o pior nunca acontece, ou é muito menos grave do que o previsto.

 

Tudo na vida tem o seu tempo, seu lugar e um propósito.