Pinhalzinho

18º

14º

Maravilha

18º

14º

São Miguel do Oeste

18º

14º

Chapecó

17º

14º

Um resumo do primeiro ano de funcionamento da Liga Catarinense de Futsal

A Liga Catarinense nasceu em novembro de 2015 com o propósito de buscar melhorar a situação dos clubes, diminuir gastos com arbitragens, inscrições e materiais esportivos. O presidente da entidade, Jorge Roberto Soares Filho disse que a Liga Catarinense de Futsal 2016 chega ao final de sua primeira temporada com um sentimento de dever cumprido. “Ao longo de todo ano, trabalhamos para melhorar o futsal de Santa Catarina. Buscamos investimentos, apoiadores, baixar os custos para as equipes. Acredito que conseguimos”. Jorge disse que sabia que seria um trabalho árduo e diferenciado, em um ano de crises e mudanças, quando aceitou presidir a entidade. Hoje, a Liga fornece as bolas para a disputa do campeonato da categoria adulta sem haver a necessidade das equipes gastarem com bolas para a disputa das competições. Inscrições com preços acessíveis, diminuição nos valores da arbitragem e premiação valorizada. A Liga organizou este ano, além das competições para a categoria adulta, competições para às equipes Sub-16, Sub-14, Sub-12, Sub-10 e Sub-08. Ao todo, 62 equipes participaram das competições da entidade.  Na categoria adulto a Liga teve a participação das seguintes equipes: Adaf Saudades, Adesp Futsal de Pinhalzinho, Asme de São Miguel do Oeste, Futsal São Lourenço, ADV/Videira, Abelardense, AGN de Capinzal, Piratuba Futsal, ADC/Curitibanos, Campos Novos Futsal e ABV/Alto Bela Vista. O presidente disse que a expectativa é de chegar quase ao dobro de participações em 2017. Iniciando pelas equipes adulto, que terá um incremento de pelo menos mais 6 equipes. São elas: Maravilha Futsal, Arsenal de Dionísio Cerqueira, CRE Xaxiense, Água Doce, Salto Veloso e o tradicional Moitas de Ituporanga.  Os primeiros campeões das competições organizados pela Liga fora: Adesp Futsal de Pinhalzinho que conquistou a Copa Catarinense,  Adaf Saudades (foto) conquistou a Campeonato Estadual adulto, Apaf Joaçaba foi campeão na categoria Sub 16, DME de Nova Erechim foi campeão nas categorias Sub 14 e Sub 12, Colégio Marista levou o troféu de campeão na categoria Sub 10 e o Expressivo Futsal de Xanxerê foi o campeão na categoria Sub 8.

        Em 2017 a Liga promete vir mais forte, com novidades, como competições para o futsal Feminino nas categorias adulto e Sub-16 e com a participação da categoria Sub-18 masculino. Os troféus foram bastante elogiados, principalmente os da categoria adulto, que foram inspirados nos troféus da Champions League.  O campeão (Adaf) recebeu além do troféu definitivo e medalhas, o troféu rotativo que foi criado para premiar o campeão, mas, para conquistá-lo em definitivo a equipe terá de conquistar o título da competição por três vezes consecutivas ou cinco vezes alternadas. O campeão ficará isento da taxa de inscrição na próxima temporada. A Liga também disponibilizou através de apoiadores, uma moto que foi rifada pelos clubes, com os valores arrecadados retornando para os clubes.  Cada clube franquiado recebeu o valor de R$ 9.400,00 (Nove mil e quatrocentos reais) referente á rifa.                                                                                                         

        O presidente Jorge Roberto fez o seguinte comentário: “Avaliamos de forma positiva este primeiro ano da Liga. Somos sabedores que temos muito a melhorar, mas para isso, contamos com o apoio de todos. Apoio dos patrocinadores, dos clubes, da imprensa e dos torcedores”.

 

O slongam da Liga é “O FUTURO DO FUTSAL É A NOSSA UNIÃO”