Pinhalzinho

26º

20º

Maravilha

25º

19º

São Miguel do Oeste

25º

19º

Chapecó

25º

19º

Tauri Francisco Kapp (De artilheiro a zagueiro)

O Saudadense Tauri Francisco Kapp nasceu na Linha São Luiz, no dia 09 de outubro de 1981 (o rapaz completou 35 anos no último domingo, dia da entrevista). Filho de agricultores, (Adolino e Elidia Kapp) morava no interior, não tinha com treinar, chegava da aula, e ia para roça trabalhar, precisava ajudar os pais. Começou jogando no time da escola. Aos 14 anos, aquele guri, alto e magro, estreava na lateral direita do segundo quadro do Palmeiras da Linha São Luiz. Participou de alguns Campeonatos Distrital Norte, a melhor colocação alcançada pela equipe do Palmeiras foi um terceiro lugar. Depois foi atuar no Santos da Linha Araçá. No Santos (lindo nome desse time) ele jogou campeonatos municipais e distrital, foi lá que o treinador Ivo Dill o escalou pela primeira vez como centroavante, foi quando chamou atenção do dirigente Júlio Marques, que o convidou para atuar no Santa Luzia do Distrito de Juvêncio. Chegou se sentindo um estranho no ninho sem conhecer quase ninguém, só conhecia o Júlio que o levou para equipe, e dois jogadores, André Back e Gean Bach, mas logo na estreia na equipe aspirante, com menos de 1 minuto de jogo, marcou o primeiro gol pela equipe do Santa Luzia. Naquele ano conquistaram o título da III Copa Umbro (Campeonato Municipal Aspirante) invictos, com o centroavante (Tauri) sendo o goleador da competição com 13 gols (equipe em destaque na foto). Logo foi atuar na equipe principal. Depois de um período atuando no Santa Luzia, a convite dos irmãos Werlang, foi atuar no maior rival do Santa Luzia, o Esporte Clube 13 de Maio da Linha Guabirova lá ele conquistou três títulos distrital. Em 2005 foi campeão nas duas categorias, amador e aspirante, sendo o goleador da competição com 34 gols. Em 2014 voltou ao 13 de Maio para conquistar mais um título distrital com a equipe aspirante. Depois de ser campeão na primeira passagem pela equipe da Linha Guabirova, Tauri voltou para o Santa Luzia, onde continuou a sina de conquistar títulos (perdeu até a conta de quantos conquistou). Ele ressalta como os principais títulos conquistados em 2012 e 2013 (Santa Luzia) pelas duas categorias, amador e aspirante, onde ele atuava nas duas equipes e o título municipal com a equipe aspirante, mas sente-se um pouco frustrado por não ter conquistado um título municipal com a equipe principal do Santa Luzia, bateu na trave em 2010, quando ficou com o vice campeonato. Em Sul Brasil atuando na equipe do Arsenal, ele foi campeão municipal em 2014 e vice-campeão em 2015. Em Pinhalzinho, foi vice-campeão regional em 2002 pelo Esportivo, jogou o primeiro campeonato municipal pela equipe do Avaí, teve uma breve passagem pelo 25 de Dezembro da Linha Riqueza, atuou por um bom período no Esporte Clube Canarinho, em 2007 foi campeão da Copa Amosc representado o município de Pinhalzinho. Em 2010 foi para o Juventude Esporte Clube (onde o treinador Roque Müller o transformou em zagueiro), conquistando o bicampeonato municipal em 2010 e 2011. Em 2014 foi vice-campeão com o Grêmio Santa Lúcia. Em 2014 disputou o Campeonato Estadual de Amadores pela equipe de Saudades. Representando o município de Saudades disputou três edições da Taça Carlos Kulmae. Em Modelo com o Bonsucesso da Linha Pitinga disputou dois campeonatos municipais (2014 e 2015, ficando em 3º lugar nos dois).

         Atualmente Tauri Francisco Kapp está disputando o Campeonato Municipal de Pinhalzinho com a equipe do Juventude Esporte Clube.

Saudações Santista, e até a próxima matéria!

Nomes na foto:                                                                                                                                                 

Em pé: Claudio Schwertz (massagista), Elton Geller, Gean Bach, Tauri Francisco Kapp, André Back, Maicon Grunutzcki, Ariel Dill, Elizardo Bersch, Edimar Merigo, Marcio Nunes e Jamir Schuster (Magrão).                                                                                               

Agachados: Edson Geller, Fabio Schwertz, Ivan Schwendler, Lanoir Abe (Lano), Edelvan Hermes (Edi) e Gutiéri Weber (Guto).