Pinhalzinho

18º

14º

Maravilha

18º

14º

São Miguel do Oeste

18º

14º

Chapecó

17º

14º

Shaylon mais uma vez foi destaque em jogo amistoso, e mostrou personalidade em entrevista

O modelense foi questionado sobre com qual ex-meia tricolor ele mais se parece, jovem de 19 anos, autor de três gols em dois jogos-treino, diz que se inspira, mas tem seu próprio estilo. Ganso ou Oscar? Garoto do São Paulo mostra personalidade: "Mais Shaylon", repondeu!

Autor de um belo gol na vitória por 9 a 2 sobre o Boca Raton (e deu uma assistência), em jogo-treino disputado na tarde deste domingo (15/01), o meia Shaylon deu entrevista coletiva no IMG Academy, sede da pré-temporada do São Paulo nos Estados Unidos. E ao responder aquela tradicional pergunta sobre comparações com jogadores consagrados, ele esbanjou segurança.

 

Questionado se seu estilo de jogo é mais semelhante ao de Paulo Henrique Ganso, meia que defendeu o Tricolor por quase quatro anos, ou de Oscar, revelado em Cotia em 2009, ele disse: “Sou mais Shaylon. Procuro assimilar tudo que vem de bons jogadores, tudo que fazem, e jogar no meu estilo. Gosto do meu estilo. Todo mundo compara, mas é mais Shaylon mesmo”.

O jovem, que disputaria a Copa São Paulo de Juniores, mas viajou a pedido do técnico Rogério Ceni, que também não o liberou para a disputa do Sul-Americano Sub-20 com a seleção brasileira, disputou 45 minutos do primeiro jogo-treino, diante do Sarasota, e mais 45 contra o Boca Raton. Fez três gols, deu duas assistências e mostrou desenvoltura.

 

À distância, a torcida do São Paulo se animou. Shaylon mantém cautela.

“Tenho cabeça boa em relação a isso. Nosso ano na base foi muito bom (a equipe sub-20 ganhou cinco títulos em 2016), por isso acontecem essas coisas. Trabalhamos para sermos reconhecidos e chegarmos a um alto nível. Temos de nos acostumar”.

 

Shaylon dificilmente será titular nesse inicio de temporada, pois tem a concorrência de jogadores mais experientes como Cueva e Cícero no meio-campo, Wellington Nem e Neilton no ataque. Mesmo assim, acredita que os mais jovens ganharão cada vez mais espaço no clube.

“A molecada vem forte, trabalhando bem. Fizemos um grande ano. Todo mundo está pronto para o profissional e vamos tentar aproveitar as oportunidades da melhor maneira possível. Gosto de jogar pelo centro, às vezes pela direita também. Mas estou disposto a jogar onde o Rogério me colocar” afirmou Shaylon.

 

Fonte: globoesporte.com