Pinhalzinho

26º

19º

Maravilha

25º

19º

São Miguel do Oeste

25º

19º

Chapecó

24º

19º

Raquel Cristina Kochhann pode ser a primeira pinhalense a disputar uma Olimpíada.

Raquel Cristina Kochhann é filha de Guido Kochhann e Vera Dewes Kochhann. Natural de Saudades, ela foi criada na Linha Riqueza Pinhalzinho, Santa Catarina, e ali começa a história esportiva de Raquel. No campo da comunidade da Linha Riqueza, quando o Esporte Clube 25 de Dezembro jogava, lá estava Raquel e seu irmão Rafael, trabalhando como gandulas. O pai Guido atuava como lateral esquerdo naquela equipe que foi destaque no futebol de Pinhalzinho nos anos 90 e inicio dos anos 2000. Raquel por adorar jogar bola, vinha treinar futsal em Pinhalzinho montada em uma bicicleta e acompanhada do irmão Rafael. O seu primeiro professor de futsal foi Israel Betemps (Mita), depois passou a treinar com o professor Nê e por último com o Cleto Schuster. Com 15 anos Raquel foi tentar a sorte no futebol de campo no Esporte Clube Juventude de Caxias do Sul, Rio Grande do Sul. Quando o Clube fechou as portas pro Futebol feminino, ela continuou em Caxias do Sul cursando a faculdade de Educação Física na Universidade de Caxias do Sul. Foi nesse período que ela conheceu o esporte que mudou a sua história, o Rugby foi paixão ao primeiro treino. Raquel começou jogando no Serra Rugby Clube de Caxias, depois foi para o Charrua Rugby Clube de Poá, depois teve uma passagem pelo Panteras Rugby Club e voltou para o Charrua onde atua até hoje.


Em 2012 ela foi aconselhada a fazer uma seletiva para seleção Brasileira, foi aprovada nos testes e começou a fazer parte do grupo centralizado da seleção brasileira que treina em São Paulo. O grupo vem treinando forte com o foco nas Olimpíadas do Rio de Janeiro 2016, diz Raquel. Ela fala de quando vestiu pela primeira vez a camisa da seleção em uma competição oficial, que foi em 2013, quando jogou o Universiade em Kazan, na Russia e também a primeira etapa do WSWS em Dubai.  

                                                                                                                              

A matéria será publicada na integra na próxima edição impressa do jornal A Sua Voz. Quando Raquel fala da paixão pelo Rugby, e do sonho em jogar uma Olímpiada e entrar para a história do esporte de Pinhalzinho, como a primeira mulher a disputar uma Olímpiada.

 

Raquel aproveita a entrevista para agradecer ao Everton Biesdorf (Beto) por sempre abrir as portas da Academia Performance, quando ela está em Pinhalzinho, para manter o corpo em forma no período de férias.