Pinhalzinho

27º

15º

Maravilha

25º

14º

São Miguel do Oeste

25º

14º

Chapecó

27º

14º

Marcio Rauber “E as conquistas com o Voleibol (1ª parte)”

      O Saudadense Marcio Rauber nasceu no Vale da Hospitalidade em 24 de Maio de 1978, filho de Vendolino (Kube) e Terezinha Rauber. A história do Marcio Rauber com o esporte começa nas escolinhas de base de futsal com o professor Tarcisio Cassol. Ele participou de várias competições defendo a equipe de futsal do município. Jogou futebol de campo em várias competições representando o município, jogou para a equipe de Cunhataí, e através do professor Cassol passou um período fazendo teste no Flamengo do Rio de Janeiro, quando teve a oportunidade de jogar ao lado do Juan atual zagueiro do Internacional de Porto Alegre. Teve uma época em que ele foi jogar em São Carlos e uma pessoa o quis levar para jogar no Bahia. O sogro do Argel Fucks, (atual treinador do Figueirense), Zovino Alba o quis leva-lo para o Internacional de Porto Alegre. Mas ele estava naquela fase de decidir entre o futebol e os estudos (escolheu os estudos). Quando o assunto é futebol de campo, não podemos esquecer-nos do Palmeiras da Linha Taipas. O clube tem entre os fundadores alguns dos seus familiares (inclusive o seu pai), por isso da sua paixão pelo clube, o único pelo qual ele atuou e atua até hoje, e conquistou vários títulos municipais e regionais. Ele atua na meia direita, quem o viu jogar garantem que o rapaz é bom de bola. Mas daí surgiu o vôlei na sua vida, eram meados dos anos noventa e seu irmão Darci Rauber começou a formar uma equipe de vôlei e o convidou para atuar, ele treinava futsal, e passou a treinar vôlei também com a equipe de base que seu irmão estava formando. Marcio chegou a jogar joguinhos microregionais pelas equipes de futsal e de vôlei. Cursou Educação Física em Palmas Paraná. Depois de formado foi efetivado pelo estado em Cunhataí. O vôlei Saudadense estava parado por um ano, e o seu irmão Darci e o professor Cassol batalharam junto ao poder público para que abrissem 10 horas para que o Marcio viesse a trabalhar com o vôlei. Daí pra frente, sempre contando com o auxilio do seu irmão e também professor de educação física Darci Rauber, a quem o Marcio tem como espelho, Junto com os professores Tarcisio Cassol e Ivan Carvalho da Rosa. O vôlei feminino Saudadense foi evoluindo, no inicio emprestavam jogadoras para outros municípios, Guaraciaba, Xanxerê entre outros. A partir de 2010 os irmãos chegaram a conclusão que estava na hora do município participar das competições em níveis regionais e estadual. O primeiro estadual do vôlei feminino Saudadense foi em 2010. Além do trabalho em quadra, o professou foi em busca de apoiadores, apresentou junto as empresas um projeto bem elaborado e conquistou a confiança das empresas que o apoia até hoje. Logo no primeiro estadual conquistaram o vice-campeonato. (Na 2ª parte desta matéria serão contadas todas as conquistas do vôlei Saudadense).  Mas o treinador Marcio Rauber não ficou parado no tempo, foi em busca de cursos especializados. A Confederação Brasileira de Vôlei (CBV) tem três nível de cursos para treinadores de quadra, nível 1, nível 2 e nível 3, o nível 3 credencia o treinador a atuar em uma equipe de Super Liga. E o Marcio já fez os três cursos. Na foto em destaque o Professor Marcio Rauber ao lado da esposa Fabiola em Florianópolis recebendo da Federação Catarinense de Voleibol o Troféu de Técnico Destaque Estadual na categoria Infantil na edição 2014. Mas antes dessa premiação em 2012 com a conquista do bicampeonato e a participação na competição nacional, e dentro da hierarquia da Federação Brasileira de Vôlei eles colocam que os treinadores das três melhores equipes colocadas em nível nacional conquistam o direito a uma vaga para ir a Saquarema, ao Centro de Desenvolvimento do Voleibol, onde passam uma semana fazendo cursos e ficam como uma referencia no estado. Hoje qualquer informação que a CBV precisar a respeito de uma atleta de base, o Marcio será consultado.  A carreira de Marcio Rauber vem evoluindo de vento em poupa. Em 2014 ele foi assistente técnico da seleção estadual juvenil, no inicio deste ano foi assistente técnico da seleção estadual infanto juvenil, e em outubro deste ano ele vai assumir o comando técnico da seleção estadual infantil.                                                                                                                       A matéria continua na próxima edição!

Saudações Santista, e até a próxima matéria!