Pinhalzinho

26º

19º

Maravilha

25º

19º

São Miguel do Oeste

25º

19º

Chapecó

24º

19º

Lucas Tomazi (o popular Bodega)

 

Lucas Tomazi é natural de Nova Erechim, nasceu no dia 13 de março de 1990, filho de Dario Tomazi e Salete Pivotto Tomazi. A sua história no esporte começou nas escolinhas de futsal de Nova Erechim, com o professor Gelson Luiz Girardi (Gelsinho), atuava gomo goleiro. No período que o Gelsinho jogava na Chapecoense Futsal, Lucas recebeu um convite para jogar um campeonato estadual na AABB de Chapecó. Para treinar na equipe de Chapecó o professor Gelsinho o levava de carona três vezes por semana. Quando ele tinha 10 anos os pais vieram morar e trabalhar em Pinhalzinho, e o Lucas ganhou o apelido de Bodega, por o pai ser ecônomo no Pinhal Piscina Clube, a gurizada não sabia o seu nome e o chamavam de Bodega.

 

Nesse período ele começou a treinar nas escolinhas de futsal da FME de Pinhalzinho, com o professor Marcos Francisco Reis Pereira. Depois foi treinar nas equipes de rendimento com o professor Milton Rojahn (Miltinho), e em outubro de 2004 o professor Fabricio Fontana o convidou para começar a treinar nas escolinhas de Voleibol. Em 2005 teve uma etapa regional da OLESC e o Lucas atuava como goleiro na equipe de futsal e com ponteiro na equipe de Vôlei, além de ser capitão nas equipes. Ele não poderia jogar a competição em duas categorias, foi feita uma reunião entre, ele e os professores, que o comunicaram, que ele teria que escolher, entre o futsal e o voleibol, ele escolheu competir na equipe de vôlei. Diz que foi uma luz que o iluminou, por ter feito a escolha certa. Na competição a equipe Pinhalense ficou entre as quatro melhores da região, e ele foi o destaque da equipe, sendo convidado pela equipe de Concórdia para jogar o Campeonato Estadual de Voleibol organizado pela Federação Catarinense.  A decisão em deixar a casa dos pais e ir morar sozinho em outra cidade, não foi fácil, ele era muito jovem, tinha apenas 15 anos. Ele confessa que passou por dificuldades, mas que valeu a pena. Em 2006 foi convidado e aceitou o convite para atuar na equipe de Camboriú, participou de varias competições na equipe infantil (até 16 anos) e na categoria infanto (até 18 anos). Na equipe de Camboriú ele conquistou uma etapa regional da OLESC e um terceiro lugar no regional do Joguinhos, e um quinto lugar na etapa estadual da OLESC. Logo depois veio o convite da equipe de Blumenau, uma das maiores do estado, e que tinha a equipe principal disputando a Super Liga Nacional de Voleibol.

 

Em 2007 Lucas foi campeão dos Joguinhos Abertos e do Campeonato Estadual de Santa Catarina com a equipe de Blumenau. Em 2008 aos 18 anos ele estava de volta a equipe de Camboriú e conquistou uma etapa regional dos Joguinhos, foi quando surgiu o convite (por indicação) para atuar na equipe Juvenil de Pindamonhangaba-São Paulo (foto em destaque). Na equipe de Pindamonhangaba, Lucas disputou o campeonato estadual juvenil (até 20 anos), com a mesma equipe ele disputou a Super Liga B (no futebol, seria a série B do campeonato Brasileiro), categoria adulta. A ex equipe de Pindamonhangaba e atual equipe de Taubaté. Uma das equipes mais forte do voleibol brasileiro na atualidade. No interior de São Paulo, Lucas conheceu a também jogadora de voleibol Priscila Vasconcelos, o namoro rendeu uma gravidez inesperada que mudou o rumo da carreira do jovem jogador de Vôlei de 1,94 metro de altura, que precisou abdicar do voleibol e assumir a responsabilidade de pai, mudando para Ipatinga-Minas Gerais (terra natal da Priscila), arrumando um emprego, e cuidando da gravidez da esposa.   Mas diz não se arrepender de nada do que fez, construiu uma linda família, e no dia 10 de outubro de 2010 nasceu a linda Valentina.

      

De volta a Capital da Amizade no final de 2013, no inicio de 2014 foi convidado a trabalha como estagiário na Fundação Municipal de Esportes de Pinhalzinho, dando aulas de voleibol e estudando Educação Física na Horus Faculdades. Lucas diz ter o sonho de no futuro se tornar um grande treinador de vôlei.

 

Nomes na foto:                                                                                                    

Em pé: Pedro (treinador), Italo, Breno, Rafael. Guilherme, Carlos e Pará.                                                                                                                 

Ajoelhados: Corvinho, Caio, Israel, Pallotti, Eduardo e Lucas Tomazi (Bodega)

 

Saudações Santista, e até a próxima matéria!