Pinhalzinho

31º

19º

Maravilha

29º

19º

São Miguel do Oeste

29º

19º

Chapecó

30º

18º

Joãozinho da Rosa “Goleiro e Lateral”

João Eroni da Rosa, filho de Antonio da Rosa e Vitalina Padilha da Rosa, nasceu em 01 de janeiro de 1965 em Maravilha, Santa Catarina. Em 1975 a família mudou para Pinhalzinho, o pai veio trabalhar na Madeireira Bugnotto, e vão morar em uma casa que o Neuro Isidoro Bugnotto, tinha para seus funcionários residir, ao lado das terras do saudoso Benjamim Baumbach, e ali mesmo no potreiro dos Baumbach, Joãozinho e seu amigo Elemar, começam a jogar futebol com outros guris. No início dos anos 80 ele começa a jogar no Esportivo Futebol Clube, que naquela época era comandado por Moacir Triches (O profeta) e Roque Muller, começou atuando na equipe aspirante, na lateral direita, mas um belo dia o goleiro titular não compareceu ao jogo e fizeram o convite para ele atuar no gol (o pai Antonio era goleiro), meio contra a sua vontade lá foi ele e acabou fazendo uma boa partida (o rapaz tinha pedigree). Depois deste período no Esportivo ele foi atuar na equipe do Esporte Clube Juventude, ao lado de seus amigos Pedrinho Bohnemberger, Clóvis Sganzerla, Sadi Liston, Ari Andrios (Arizão) e Volmir Vivian entre outros.

       No Juventude foi vice-campeão da Taça Rotativa em 1988, em 1989 foi atuar no Ser Ajap, onde fez parte da equipe campeão municipal (foto em destaque), e bi campeão em 1990. No Ser Ajap ele atuou ao lado de grandes jogadores daquela época, exemplo de Felix Weber, Darci Santin, Signei Pereira Duarte, Bráulio Kerckoff, Ronelson Segala e Cia.

     No dia 19 de fevereiro de 2010, Joãozinho esteve no programa a História do Esporte na Rádio Alternativa, nos concedendo uma entrevista e contou sua história no esporte Pinhalense, e citou algumas curiosidades. Lembrou-se de um jogo quando atuava no Ser Ajap e foi jogar em Monte Carlo na Argentina, quando foi atacar uma bola e levou um chute nas costelas, acabou desmaiando, quando acordou, os caras estavam passando picolé no local da pancada, por que não tinha gelo, outro fato curioso, foi quando veio atuar em Pinhalzinho um time formado por atores da Rede Globo, contra o time de funcionários da prefeitura, o goleiro do time da Globo era o Fernando Vanucci, que na época apresentava o Globo Esporte, estava tomando um gol atrás do outro, o torcedor Joãozinho vai lá junto a trave e fala para ele pelo menos se atirar na bola e o Vanucci deu-lhe uma xingada que até hoje ele guarda e nunca mais assistiu a um programa apresentado por ele na TV, este jogo foi realizado no ginásio Neuro Isidoro Bugnotto, e o árbitro foi Antonio Carvalho o popular “Tatita”.

      Joãozinho reside em Curitiba há mais de 20 anos, e estava em Pinhalzinho para a festa de Bodas de Ouro de seus pais.

      Curiosidade extra campo: Na festa ele encontrou seu amigo e ex-colega de trabalho Fabiano da Luz, Joãozinho era pedreiro e Fabiano o seu servente, hoje as diferenças são poucas! Ele continua sendo pedreiro e Fabiano de servente a prefeito de Pinhalzinho.

 

 Nomes na foto

Em pé: Moacir Batisti, Max Lazarotto, Cristian Fiorini, Signei Pereira Duarte (Pereirão), Ade Pivotto, Ronelson Segala (Suginho), Nelson Rex, Rubens Rolin de Moura, Doca da Silva e Antonio Pivotto

Agachados: Joãozinho da Rosa, Jhoni Stulp, Roque Tomé, Bráulio Kerckoff, Dirceu Suzin, Darci Santin, Liandro Luft, Itamar Bertozzo e Felix Weber (Lebrão)