Pinhalzinho

31º

19º

Maravilha

29º

19º

São Miguel do Oeste

29º

19º

Chapecó

30º

18º

Derrota em casa complica situação da Adesp na semifinal do Estadual de Futsal

Jogando no Centreventos, no último sábado (14) a Adesp Futsal/Eckert Imóveis perdeu o primeiro jogo da semifinal do Campeonato Estadual de Futsal da 1ª divisão para Mafra Futsal.  

No primeiro tempo o jogo seguia equilibrado e num lance de pura sorte, o ex-jogador da Adesp Andrey (mais conhecido pela torcida Pinhalense como Pedrita) chutou a bola que iria para fora, desviou no pé de Godoy e foi pará no fundo da rede do goleiro Serjão. Ainda no primeiro tempo, nos últimos segundos, Mateus Rossatto empatou o jogo em 1 a 1. No segundo tempo o jogo seguia muito equilibrado, um bom jogo por sinal. Quando faltavam 8 minutos para o final do jogo, Baiano vira o jogo para a Adesp. Logo em seguida a equipe de Mafra comete a quinta falta coletiva, depois foi à vez de a equipe Pinhalense estourar o número limite de cinco faltas. Mafra entra com o goleiro linha, e o árbitro marca uma falta duvidosa e o jogador Leandro de Mafra que não tem nada a ver com isso empata o jogo. Após o gol de empate de Mafra a equipe da Adesp foi para o ataque em busca do gol da vitória. Em um lance que a arbitragem não marcou uma falta para a Adesp, em que os jogadores reclamam de falta, Mafra rouba a bola e chega ao gol da vitória com André, faltando 32 segundos.

Quando encerra a partida um torcedor adentra a quadra e vai para cima do árbitro (conhecido por Garça), um dos seguranças da uma gravata no torcedor que leva um soco do árbitro. Outros torcedores entram para a quadra e aí a confusão aumenta. Os seguranças utilizam armas de choque para conter os mais exaltados. Minutos depois chegou à polícia militar que foi acionada pelos seguranças.

Ainda não sabemos o que os árbitros relataram na súmula, mas é certo que o episódio pode prejudicar a equipe de Pinhalzinho em futuras competições. 

Com a vitória sobre a Adesp por 3 a 2 a equipe de Mafra joga por um simples empate. A equipe de Pinhalzinho precisa vencer no tempo normal e na prorrogação. O jogo de volta acontece sábado (21), no Ginásio de Esportes Wilson Buch de Mafra, em jogo a classificação para a final do Estadual da 1ª Divisão e a vaga para a Divisão Especial de 2016.