Pinhalzinho

31º

19º

Maravilha

29º

19º

São Miguel do Oeste

29º

19º

Chapecó

30º

18º

Conheça a história do conto de fadas Leicester City

Leicester City Football Club  da cidade de Leicester, manda seus jogos no King Power Stadium (cuja capacidade é de 32.262 pessoas). O clube foi promovido da Segunda Divisão Inglesa na Temporada de 2013-14. O Leicester City conquistou o Campeonato Inglês na Temporada de 2015-16 com uma surpreendente campanha de 36 jogos, 22 vitórias, 11 empates e apenas 3 derrotas, após quase ter sido rebaixado na Temporada de 2014-15. O Leicester City ainda possui 3 conquistas da Copa da Liga Inglesa, 1 conquista da Supercopa da Inglaterra e 7 conquistas da Segunda Divisão Inglesa.

A história

Fundado no ano de 1884, com o nome Leicester Fosse (Leicester City somente em 1919), pois jogava em um campo perto de Fosse Road, a equipe seria admitida na Football League apenas dez anos mais tarde, em 1894. Apesar de centenário, o Leicester City é considerado um time de média expressão na Inglaterra (semelhante a Chapecoense no Brasil). Sediado na cidade de mesmo nome, o clube é apelidado de "The Foxes" (As Raposas), por conta da caça em larga escala que a região fazia ao animal no Século XIX. O clube aparece na história do Campeonato Inglês como um clube que viveu na gangorra entre as duas principais divisões. As Raposas são, ao lado do Manchester City, a equipe com mais títulos (7) e mais acessos (11) da Segunda Divisão Inglesa. Até a Temporada de 2015-16, o clube havia figurado 48 temporadas na elite do Campeonato Inglês. Destas, sem contar a própria Temporada de 2015-16, apenas em 3 oportunidades o clube figurou entre os quatro primeiros da tabela. A primeira na Temporada de 1928-29, quando a equipe terminou em terceiro na Football League, cinco pontos atrás do campeão Everton. Na temporada seguinte, veio a melhor campanha de sua história com o vice-campeonato nacional, a um ponto de superar o Sheffield Wednesday (o Leicester City somou 51 pontos em 42 rodadas, sendo 21 vitórias, 9 empates e 12 derrotas). Por fim, a terceira aparição no Top 4 foi alcançada na Temporada de 1962-63, pela equipe que ficou conhecida como "Os Reis do Gelo" (por conta do inverno mais rigoroso do Século XX vivenciado pela Inglaterra). A década de ouro para o clube foram os anos 1960, com 12 participações consecutivas na 1° Divisão Inglesa. Além disso, também conquistou o seu primeiro título de expressão, a Copa da Liga Inglesa de 1963-64 (que voltaria a erguer em 1997 e 2000), e chegou a três decisões da Copa da Inglaterra.Grande parte deste sucesso nessa década se deve ao ídolo máximo do clube: o goleiro Gordon Banks.                                                                                                              Desde 1962-63, com "Os Reis do Gelo", o Leicester City chegou a fazer figurações razoáveis no Campeonato Inglês, mas sem passar da sétima posição na tabela final. Só voltaria a ocupar a liderança 37 anos depois, de maneira efêmera, na oitava rodada da Premier League de 2000-01.

Era Vichai Srivaddhanaprabha

Em 2010, o grupo asiático Asian Football Investmentos que tem como sócia a maior empresa de freeshops do mundo, a King Power, e cujo presidente é Vichai Srivaddhanaprabha, "comprou" o clube. Desde então, o Leicester City trocou de fornecedora de material desportivo, conseguiu vender os 'naming rights' do estádio para a própria King Power e retornou à 1° Divisão Inglesa.  Logo após a conquista da Segunda Divisão Inglesa na Temporada de 2013-14, Vichai anunciou que investiria cerca de 180 milhões de libras no clube para que, em até três anos, os Foxes terminassem entre os cinco primeiros colocados na elite inglesa. Assim, ele gastou 16 milhões de libras para montar a equipe que disputou a elite na Temporada de 2014-15.

Temporada de 2014-15 e a Luta Contra o Rebaixamento

Na Temporada de 2014-15 (a primeira na Premier League após 10 anos nas divisões inferiores), o clube foi protagonista de uma das mais memoráveis reações já vistas na história da Premier League. No dia 21 de março de 2015, Os Foxes pareciam fadados à queda após a derrota para o Tottenham. Aquele resultado manteve a equipe na lanterna do campeonato, sem uma vitória sequer em oito jogos e a sete pontos do primeiro rival fora da zona de rebaixamento. A improvável reviravolta, no entanto, chegaria a tempo para que o clube se mantivesse na elite com uma rodada de antecipação, e isso graças às sete vitórias em seus últimos nove jogos. A equipe terminou a competição na 14° posição, com 38 pontos, a quatro da zona de descida.

A Surpreendente Temporada de 2015-16 e o Título da Premier League

Quando começou a Temporada de 2015-16, as chances do Leicester City vencer a Premier League eram decididas pelas casas de apostas de Londres. Afinal, desde a Temporada de 1994-95 (vencida pelo Blackburn Rovers), nenhuma equipe além de Manchester UnitedManchester CityChelseaArsenal e Liverpool venceu o torneio.

 Comandado pelo italiano Claudio Ranieri e com investimento bem abaixo dos outros times milionários ingleses (era o quarto mais barato do campeonato, superando apenas os times que vinham da segunda divisão, e segundo o siteTransfermarkt, o clube tinha o 12º maior valor de mercado da Premier League), logo na segunda rodada, o clube assumiu a ponta da Premier League. Com um elenco sem astros, o Leicester City seguiu firme na ponta da Premier League por várias rodadas, contrariando as expectativas.

A façanha da equipe surpreendeu a muitos, pois a última vez que um clube foi lanterna em um ano e líder no outro aconteceu no Natal de 1988. O Norwich City havia ocupado a lanterna em 1987, um ano antes. Era líder no campeonato mais tarde vencido pelo Arsenal, com o Liverpool, papão da década de 80, segundo colocado.

A histórica campanha surpreendeu até a própria diretoria do clube, que estava mesmo preocupada em não cair. É o que comprovam as premiações acordadas entre diretoria e jogadores: de acordo com o jornal inglês Daily Mail, o bônus por terminar em 12° lugar é o mesmo por ser campeão. Além disso, o próprio técnico admitiu que o planejamento inicial da temporada era evitar o rebaixamento.

Dados

Até a 31° rodada do campeonato, o clube liderava a Premier League mesmo tendo o pior aproveitamento em percentual de passes certos, e sendo apenas o 18° em posse de bola. Por outro lado, a equipe compensava em outras estatísticas, tais como: era o primeiro em gols de contra-ataques e pênaltis.

Faltando 7 rodadas para o fim do campeonato, a campanha da equipe era a mais surpreendente entre os quatro principais campeonatos do futebol europeu, já que era a equipe que estava com maior folga na liderança. Aquela altura, o Leicester City liderava o campeonato com 7 pontos de vantagem para o vice-líder Tottenham,  enquanto no Campeonato Italiano, a Juventus tinha 6 pontos de vantagem, no Campeonato Espanhol, o Barcelona de Luis Enrique também tinha 6 pontos, e no Campeonato Alemão, o Bayern de Munique de Pep Guardiola tinha 5 pontos de vantagem sobre o vice-líder. Com 6 rodadas de antecedência, o Leicester City conquista a vaga para disputar a Champions League de 2016-17. Faltando 5 rodadas para o fim do campeonato, a PFA divulgou a escalação dos melhores jogadores da Premier League de 2015-16, contendo 4 jogadores do Leicester City; Riyad Mahrez, Jamie VardyN'Golo Kanté e Wes Morgan. Faltando 4 rodadas, o Leicester City vence o Swansea City por 4-0 com gols de Riyad MahrezLeonardo Ulloa e Marc Albrighton. Mais tarde, Riyad Mahrez conquista o prêmio de Futebolista Inglês do Ano pela PFA. Restando apenas 3 rodadas para o fim do campeonato, o Leicester City empata com o Manchester United em 1-1 no Old Trafford, abrindo 8 pontos de vantagem sobre o vice-líder, Tottenham , que tinha 1 jogo a menos. Ontem, 2 de maio de 2016Jamie Vardy é eleito o Futebolista Inglês do Ano pela FWA. No mesmo dia, o Tottenham Hotspur tropeça com o Chelsea em 2-2 no Stamford Bridge e o Leicester City é Campeão Inglês pela 1° vez em sua história.