Pinhalzinho

26º

17º

Maravilha

24º

15º

São Miguel do Oeste

24º

15º

Chapecó

27º

17º

Claudio Hollas (De atleta a dirigente do Santa Luzia)

O Saudadense Claudio Hollas dedicou boa parte da sua vida ao esporte, mais precisamente a Sociedade Esportiva e Recreativa Santa Luzia do Distrito de Juvêncio município de Saudades, onde foi atleta e dirigente.  Claudio nasceu na Linha Borevi no dia 29 de maio de 1964, é filho de Theolino e Laura Hollas. A história dele no esporte começou num campinho de potreiro, brincando com os amigos e familiares. As bolas eram artesanais, feitas com meias e cheias de papel e palha de milho. Reuniam mais de 20 guris para os jogos, que eram praticamente diários, para juntar a gurizada, era só da uns gritos, que aparecia meninos de todos os lados, formavam dois times com sobra. Para comprar a primeira bola de couro, fizeram uma arrecadação de dinheiro entre eles (a popular vaquinha). A chegada da bola foi uma festa. Com a bola ficou mais fácil de reunir a gurizada, era só da uns chutes para o alto, com o barulho, rapidamente os guris chegavam ao campinho e o jogo começava. Com os pés descalços, de vez enquanto arrancavam o coro dos pés, mas não ligavam para nada, queriam era jogar futebol.

       Aos 12 anos o Claudio começava a sua história com o Santa Luzia, jogava ainda descalço na equipe B (Aspirante). Atuava na lateral esquerda, diz que antes de passar a bola, sempre tentava um drible, para depois passar para um companheiro. Claudio calçou a primeira chuteira quando tinha quase 15 anos de idade, ele e seus irmãos plantaram milho, e com parte do dinheiro da venda do milho, ele comprou a sua primeira chuteira. Claudio jogou na equipe Aspirante até os 21 anos, quando em 1985 foi jogar na equipe principal, e logo no primeiro campeonato ele foi campeão do Distrital Norte com a equipe em destaque na foto. Esse título ficou marcado em sua vida, por ser o primeiro na equipe principal, por estar no auge da sua carreira, e também por a equipe ser muito boa. O Santa Luzia venceu na final do Distrital daquele ano a equipe da Linha Santo Antão. Claudio conquistou vários títulos Distrital na equipe Principal e Aspirante do Santa Luzia, mas ficou o gostinho amargo por não ter conquistado um título municipal na equipe principal, onde jogo por mais de 20 anos. Perdeu uma final para o Palmeiras. O único título municipal que ele conquistou foi com a equipe Aspirante quando já estava em final de carreira, sendo esse o seu último campeonato na categoria força livre. Ele que começou atuando na lateral esquerda, passou a atua como zagueiro, pegou gosto quando foi jogar de centroavante, sempre marcando gols, foi quando teve a oportunidade impar em sua carreira, jogar ao lado do filho, Eric, que jogou como atacante ao lado do pai, em um jogo amistoso e recebeu um passe do pai para marcar um gol. 

       Claudio Hollas sempre foi atuante na equipe da Sociedade Esportiva e Recreativa Santa Luzia do Distrito de Juvêncio, foi presidente, vice-presidente em varias oportunidades, secretário e tesoureiro por mais de 15 anos, diz que quando se afastou da diretoria do clube, deixou as dividas sanada, e as contas em dias (continua sendo sócio do clube). Além do Santa Luzia, ele jogou campeonatos municipal para a equipe da Linha Itapé, e para a equipe da Linha Incaré e jogou alguns campeonatos Veterano em Maravilha. Aos 52 anos,  continua jogando futebol aos domingos pela manhã, atualmente joga na equipe de Veteranos do Esporte Clube 13 de Maio da Linha Guabirova. E diz que ainda não pensa em parar de jogar futebol.

 

Saudações Santista, e até a próxima matéria!