Pinhalzinho

26º

19º

Maravilha

25º

19º

São Miguel do Oeste

25º

19º

Chapecó

24º

19º

Chapecoense gasta 'mixaria', e ainda dá lucro

Depois de escapar por pouco do rebaixamento em seu ano de estreia no Campeonato Brasileiro, a Chapecoense vem fazendo boa campanha na atual edição do torneio. Com 19 pontos, a equipe está na 9ª posição, a apenas dois pontos do Palmeiras, último do G-4. Praticamente imbatível em casa, o clube catarinense ainda faz tudo isso gastando pouco.

Na histórica primeira reunião do Conselho Deliberativo do time, realizada em março deste ano, foi apontado que o orçamento para 2015 será de R$ 36 milhões. O valor dá e sobra para bancar todos os salários do clube, que no ano passado não chegaram a R$ 20 milhões, segundo o balanço patrimonial publicado em abril deste ano.

Para se ter uma ideia de como o time da Chape é "barato", o gasto com salários de todo o clube não chega a 10% das despesas com o departamento de futebol do São Paulo.

A boa gestão dos recursos tornou o clube catarinense até lucrativo, situação que poucas equipes vivem hoje no futebol brasileiro. No ano passado, por exemplo, o clube de Chapecó teve superávit de R$ 877.220,62.

O orçamento previsto de R$ 36 milhões, aliás, deve até ficar maior, já que, em maio, aCaixa Econômica Federal anunciou a renovação do patrocínio com a Chapecoense. A equipe receberá R$ 2,3 milhões entre junho e dezembro desse ano do banco.

As outras fontes de receita, porém, são modestas se comparadas aos grandes clubes do país. O valor pago pelos direitos de TV, por exemplo, ficou na casa dos R$ 16 milhões. O Corinthians, por sua vez, recebe R$ 109 milhões.

Com casa sempre cheia, contudo, a Chape arrecada bastante com as arquibancadas. No ano passado inteiro, a torcida injetou R$ 3.607.681,10 por meio de bilheteria. Isso foi cerca de 10% de toda a receita da equipe em 2014: R$ 34.573.625,11.

A receita total, por sua vez, é ínfimo se comparada à de Flamengo (R$ 347 milhões) e Corinthians (R$ 258,2 milhões).

Além do sucesso financeiro, no campo o elenco alviverde também vai bem. Além de estar próximo do G-4, o time dificilmente perde em casa. Até o momento, foram cinco vitórias, um empate e somente uma derrota na Arena Condá.

Fonte: ESPN