Pinhalzinho

30º

17º

Maravilha

28º

17º

São Miguel do Oeste

28º

17º

Chapecó

29º

16º

Árbitros de Pinhalzinho é destaque no Tênis de Mesa

Pinhalzinho vem se destacando nos últimos anos na formação de árbitros na modalidade de Tênis de mesa. Desde 2010 quando a Federação Catarinense de Tênis de Mesa, por intermédio da Liga Oeste de Tênis de Mesa em parceria com a Horus Faculdades e Fundação Municipal de Esportes de Pinhalzinho, desenvolveu o primeiro curso de arbitragem de Tênis de Mesa para acadêmicos do curso de Educação Física da Horus Faculdades, o município vem conquistando espaço no cenário da arbitragem regional, estadual, nacional e alguns casos chegando a nível internacional. Em 2015 foi realizado novamente o curso e os frutos já começaram a ser colhidos.

Nos últimos anos a arbitragem de Tênis de Mesa vem ganhando cada vez mais profissionais oriundos da capital da amizade. Os cursos promovidos em parceria com a Horus Faculdades e Fundação Municipal de Esportes formaram profissionais que vêm ganhando cada vez mais espaço. Em 2016 teremos a árbitra Gláucia Camargo compondo o quadro de árbitros nas Olímpiadas do Rio. Outro destaque é Flávio Both que no último ano atingiu titulação de árbitro internacional, atuando além da arbitragem nacional e internacional, na coordenação técnica da Federação Catarinense e Liga Oeste de Tênis de Mesa, ambos frutos do curso realizado em 2010.

Em 2015 foi realizada o II Curso de Arbitragem de Tênis de Mesa – Horus Faculdades, Liga Oeste de Tênis de Mesa, FME Pinhalzinho e Federação Catarinense de Tênis de mesa. Neste estiveram participando 20 acadêmicos, dos quais 11 concluíram o estágio prático e assim obtiveram a titulação regional. No último fim de semana foi à vez de três destes, novos árbitros iniciarem sua caminhada no Circuito Catarinense de Tênis de Mesa durante a 2º etapa da temporada 2016 realizada em Caçador. Em destaque na foto os árbitros: Flavio Both, Gustavo Chiapinoto Hansen, Mateus Henrique Menzel e Tiego Henrique Drumm.

O feedback foi positivo e já tem – se a expectativa para comporem o quadro de árbitros nas próximas etapas.

Desta forma denota – se a constante estruturação da modalidade no município e região, que além do projeto voltado para formação de atletas nas categorias de base, vem desenvolvendo ações para formação de profissionais que atuam na prestação de serviços e lhes proporcionando carreiras. Os próximos passos serão na formação de profissionais para atuar na formação de atletas e desenvolvimento de projetos escolares da modalidade.

 

Fonte: Ascom FME