Pinhalzinho

23º

Maravilha

23º

São Miguel do Oeste

23º

Chapecó

24º

A trajetória esportiva do Mato Grossense Julio César Marques

        Julio Cesar Marques nasceu na região centro oeste mato-grossense, na cidade de Barra do Garças (a popular Capital do Araguaia), e veio residir com a família na Linha Araçá no município de Saudades-SC quando tinha 6 anos. Julio começou brincado com bola em campinhos de potreiro, até chegar a equipe do Santos da Linha Araçá. Aos 12 anos estreava na lateral esquerda na equipe aspirante do Santos, começou entrando aos poucos até se firmar na equipe aspirante. Aos 14 anos foi convidado para jogar uma competição regional (Moleque Bom de Bola) pela equipe da Linha Santo Antão, logo em seguida chegou a equipe principal do Santos, jogou um campeonato como titular na equipe principal, e aos 16 anos foi jogar na equipe da Linha São Luiz, depois jogou dois campeonatos no Recreativo da Linha Itapé, atuando no meio de campo, quando foi convidado para jogar um campeonato regional, de juniores organizado pela Liga Pinhalense, na equipe do Santa Luzia do Distrito de Juvêncio, município de Saudades, para nunca mais sair. Julio completou 21 anos na equipe do Santa Luzia, atuando como atleta, treinador e desde 2004 faz parte da diretoria da equipe. A sua trajetória no Santa Luzia é marcada por conquistas, com dois títulos municipal conquistado como treinador  da equipe aspirante e um número impressionante de conquista de títulos distrital na equipe aspirante como treinador e como atleta da equipe principal. Em 2002 Julio era o treinador da equipe aspirante quando da primeira conquista do título municipal, e foi vice-campeão como jogador da equipe principal, quando perderam o título para o Palmeiras. Em 2003 o Santa Luzia conquistou o título distrital nas duas categorias, em 2004 conquistaram novamente o distrital nas duas categorias, com a equipe principal, em destaque na foto sendo campeão invicto e numa decisão com o seu maior rival, o 13 de Maio da Linha Guabiroba, com dois empates nos finais, com o título sendo decidido em 17 cobranças de penalidades máximas. Em 2005 a equipe do distrito de Juvêncio manteve a escrita, e conquistou o título do campeonato distrital nas duas categorias (Aspirante e Amador), no mesmo ano a equipe amadora disputou a final do campeonato municipal, conquistando mais um vice-campeonato. Em 2006 ficou com o vice-campeonato distrital e em 2007 voltou a conquistar o campeonato distrital nas duas categorias. Em 2008, campeão distrital como jogador na categoria amador, em 2009, campeão como treinador da equipe aspirante no campeonato distrital.    

        O ano de 2010 foi inusitado para a equipe do Santa Luzia comandada por Julio, que chegou a final do campeonato municipal nas duas categorias e viu o título escapar nas duas categorias. A equipe aspirante perdeu a final para o Palmeiras, e a equipe amadora perdeu para o Cruzeiro da Linha Bonito. Em 2011 voltou a conquistar o título distrital na categoria amadora. Em 2012 e 2013 conquistou o distrital com a equipe aspirante, em 2014 a equipe aspirante voltou a conquistar o título municipal. Em 2015 a equipe aspirante conquistou o título distrital. Vale ressaltar que o município de Saudades tem dois campeonatos de futebol de campo, o municipal e o distrital norte. Falta para a história da equipe principal do Santa Luzia a conquista de um título municipal. Em Pinhalzinho Julio César Marques jogou no Esportivo, Canarinho, 25 de Dezembro da Linha Riqueza e no 7 de Setembro da Linha Santa Terezinha.

Nomes na foto:                                                                                                                                                

Em pé: Volmir Feil, Fabio Schwertz, Jonas Schwertz, Elizardo Bersch, Maicon Grunutzcki, Patric Abe, Anderlei Dreyer, André Back, Gean Bach, Jamir Schuster e Julio César Marques.                                                                                

Agachados: Claudio Hollas, Edelvan Hermes (Ede), Sergio Merigo, Volmir Zaterra, Marcio Nunes e Gutiéri Weber do Nascimento (Guto).