Pinhalzinho

26º

17º

Maravilha

24º

15º

São Miguel do Oeste

24º

15º

Chapecó

27º

17º

A história esportiva do guerreiro Joacir Luiz Magni (Joa)

A história do Joacir Luiz Magni (Joa) no esporte será contada em duas edições. Joacir Luiz Magni é filho de agricultores, a família reside na Linha Volta Grande. Joa começou a sua trajetória no futebol, brincando num campinho de potreiro juntos com a gurizada da vizinhança. Estudou no Colégio José Marcolino Eckert, teve como professor de educação física Ronaldo Marques. Participou de Jogos Escolares, mas não tinha como treinar, afinal, precisava ajudar os pais, Darci e Terezinha na lida da roça. O pai Darci Magni por muitos anos foi presidente do Esporte Clube 13 de Maio da Linha Volta Grande. Quando o pai vinha cuidar da copa no antigo salão, Joa o acompanhava, pegava uma bola e começa a brincar sozinho no campo, até aparecer os amigos. Tinha também as brincadeiras na antiga quadra de piso rústico, onde eles jogavam de pés descalços, andavam com os dedos esfolados. Quando ele tinha 14 anos, estava sentado na mureta ao lado do campo, com uma bola entre as pernas, quando ia começar um jogo amistoso, mas faltava um jogador para 13 de Maio completar os 11, o convidaram. Ele estreou jogando descalço na ponta direita, consegui se destacar, já foi convocado para o próximo jogo, e o pai comprou uma chuteira, no segundo jogo, lá estava ele calçado de chuteira e pronto para jogar. Nesse mesmo período Joacir participou de uma peneira (teste) realizada pelo Juventude de Caxias em Palmitos, foi aprovado, ficou um mês no Rio Grande, mas a saudade de casa falou mais forte, e veio embora para a casa dos pais. Em 1996 ele participou do grupo que foi campeão municipal da categoria aspirante do 13 de Maio. Em 1998 foi promovido a equipe principal jogando no meio de campo. Em 1999 aos 18 anos, era titular da equipe que foi campeão municipal, sendo a primeira conquista de um titulo municipal da equipe principal do Esporte Clube 13 de Maio. Em comemoração ao título, a maioria dos jogadores cortou o cabelo careça, (em destaque na foto).

        As conquistas do Joacir Luiz Magni são as seguintes: Em 1998, vice-campeão municipal na categoria aspirante, em 1999 campeão municipal na equipe principal, em 2000 vice-campeão da Liga Pinhalense, em 2002 vice-campeão municipal do principal, 2005 e 2006 campeão municipal aspirante, Todos pelo Esporte Clube 13 de Maio da Volta Grande. Em 2002 campeão municipal da Taça Umbro em Saudades, pelo Independente da Linha Coxilha.   

       Joa ficou longe dos campos por um bom período e voltou na equipe do Parma 2012 campeão do futebol suíço em Pinhalzinho pelo Parma, em 2013 campeão municipal de futebol de campo e vice-campeão em 2014 pela equipe aspirante do Parma.

A história segue na próxima edição, falando do drama vivido pelo Joacir.

 

Nomes na foto:                                                                                                                                                            

Em pé: Eldir Lauermann (Nano), Iloir Ruppelt (Tô), Amauri Rossatto, Antônio Geier (Mano), Ricardo Niederle (Sedex), Adelson Bulegon, Paulinho Schwaab, Aristeu Both e Paulo Schwaab (Treinador).                                                                

Agachados: Paulo Cezar Almeida (Chupim), Elizandro Mohr (Nando), Adair Schwaab, Ivanir Wickert (Puba), Joacir Luiz Magni (Joa), Robert Welter (Pide), Azir Both, Flavio Both e Amarildo Rossatto (Amaral).