Pinhalzinho

32º

22º

Maravilha

28º

22º

São Miguel do Oeste

28º

22º

Chapecó

29º

19º

Importância da Previsão do Tempo

Em rodas de conversa de amigos, familiares, colegas, sociedade em geral e, sobretudo pessoas ligadas à agropecuária, o tema previsão do tempo sempre se faz presente. Cada vez é mais comum a busca por seus resultados, cito como exemplo meu pai, que praticamente todo dia ao levantar a primeira atividade do dia é ligar o computador, acessar a internet e conferir a previsão do tempo para o município, e da mesma forma cito outros meios de comunicação que podem ser consultados, como jornais, rádio e televisão. Saber se vai chover muito ou pouco faz toda a diferença na hora de definir quando plantar e colher. Previsões climáticas precisas e com antecedência de até 12 meses podem potencialmente permitir que agropecuaristas tomem decisões que possam reduzir os impactos indesejados e proveito de um tempo favorável. Mas prever o tempo dá trabalho. Muito trabalho. E mesmo assim quantas vezes a previsão do tempo não erra em seu resultado? Para isso nessa edição apresento como é feita a previsão do tempo.

 

A previsão do tempo é um dos campos de estudo da meteorologia (ciência que estuda as condições atmosféricas e, com isso, auxilia na previsão do tempo). Os meteorologistas precisam ficar atentos às condições climáticas e variáveis meteorológicas para conseguir prever o tempo.

 

As principais variáveis meteorológicas são temperatura, pressão atmosférica, direção e intensidade dos ventos, umidade do ar e chuva. No Brasil, o diagnóstico da previsão do tempo começa com a coleta dos dados atuais dessas variáveis em diversas estações meteorológicas espalhadas pelo país. A partir de então, é possível fazer uma avaliação do estado geral atmosférico e dos fenômenos que estão atuando no momento, como ciclones ou frentes frias, por exemplo. Os dados coletados pelas estações meteorológicas são reunidos em um relatório do tempo, no qual também contém um almanaque com mapas que relatam os sistemas meteorológicos que atuam na atmosfera. Isso auxilia para que os meteorologistas consigam prever o tempo para os próximos dias. Além desse relatório, as variáveis coletadas são aplicadas a equações matemáticas e físicas em computadores específicos para esses cálculos. Os supercomputadores já simulam o que deve acontecer nos próximos dias, porém depende ainda da interpretação por parte dos meteorologistas. Os modelos numéricos não são perfeitos, essas limitações geram incertezas na hora da previsão e dessa forma erros podem ser cometidos na interpretação. Depois de interpretados gráficos e imagens de satélite, os meteorologistas começam a produzir boletins que serão disponibilizados com as previsões do tempo.

 

Mesmo com as limitações das previsões, elas são de fundamental importância. Porém as crenças populares e a experiência prática não devem ser descartadas quando falamos em previsão do tempo, nesse sentido aliar o estudo meteorológico com o conhecimento popular é a melhor alternativa, evitando dessa forma riscos indesejáveis.