Pinhalzinho

32º

22º

Maravilha

28º

22º

São Miguel do Oeste

28º

22º

Chapecó

29º

19º

Gestão na propriedade – é hora de entrar em campo

     Dando sequência ao tema da gestão da edição passada, essa semana apresento a importância dos custos de produção nas atividades rurais. Em um mundo globalizado em que as margens de lucro, no setor primário, são cada vez menores, a profissionalização e a busca de novos padrões de qualidade por parte do produtor rural é uma necessidade diária. Portanto, a preocupação do produtor deve estar voltada não somente com os processos produtivos, mas também com as ações gerenciais e administrativas de sua propriedade. Alguns dos quesitos mais importantes para o produtor rural são o conhecimento e o acompanhamento dos custos de produção dentro da propriedade.

     Apontado como um dos principais desafios da agropecuária em 2014, custo de produção pode ser definido como o valor referente aos bens e serviços consumidos na produção de outros bens e serviços, sendo composto pelos custos diretos (mão de obra, insumos, operações de máquinas), que podem ser calculados com exatidão, não havendo com relação a eles qualquer restrição; e os custos indiretos, que não se associam diretamente à atividade (mão de obra indireta, depreciação de máquinas e construções, administração, serviços, etc.). Os custos de produção são usados para medir a sustentabilidade de um empreendimento em longo prazo, medir a capacidade de pagamento, definir a viabilidade econômica de uma tecnologia alternativa, subsidiar propostas ou implementar políticas agrícolas, entre outras possibilidades.

     O produtor, antes de se decidir pela forma de cálculo e acompanhamentos dos custos, deve encarar sua propriedade como uma opção de investimento que gere riqueza, isto é, planejar e controlar cada passo a ser dado, de forma que esqueça o "achismo" e tome suas decisões de forma equilibrada para que os erros estratégicos sejam minimizados ou até mesmo evitados.

     O controle e acompanhamento dos custos permitem que produtores visualizem quais são os mais significativos. Controlar os custos é uma forma de verificar o desempenho e corrigir falhas com agilidade. Os custos de produção são verdadeiras ferramentas de gestão, pois permitem que se façam análises econômicas mais detalhadas e precisas da atividade. Todas essas análises são importantes para fundamentar as atitudes a serem tomadas, estabelecer quais são as prioridades, a possibilidade de novos investimentos e a visão de viabilidade do negócio.

     Poucos são os produtores que fazem anotações contábeis de forma ordenada e sabem realmente como vai a sua propriedade. A maior parte está preocupada em acompanhar os índices de produtividade e esquecem os de rentabilidade. Isto se justifica pelo simples fato de estarem mais ligados aos aspectos produtivos da propriedade.

     Sob todos os aspectos, pode-se constatar que o levantamento dos custos de produção é de grande valia como diagnóstico da eficiência do processo produtivo, ferramenta gerencial e avaliação econômica da atividade. Portanto, o controle não deve ser usado apenas como relato histórico das finanças da propriedade, mas também aplicado nas tomadas de decisões e mais do que nunca está na hora da gestão entrar em campo.