Pinhalzinho

25º

11º

Maravilha

27º

11º

São Miguel do Oeste

27º

11º

Chapecó

25º

12º

Desafios para a agropecuária brasileira

     Nos anos 50, 60, o Brasil era considerado um país inseguro do ponto de vista alimentar, razão que explicava sua dependência da importação de alimentos básicos. Com os investimentos feitos nas últimas cinco décadas, o cenário mudou e o termo "celeiro do mundo" passou a ser destacado em todas as referências feitas a produção agropecuária brasileira. Apesar dos avanços o setor apresenta alguns desafios que precisam ser superados, apresentados a seguir baseado na avaliação de Maurício Antônio Lopes, presidente da Embrapa.

1) Estresses hídricos: A água é um recurso natural indispensável na agropecuária. Diante disso o uso consciente da água é fator muito importante, apresentando como opção cultivos em Sistemas de Plantio Direto, que aumentam a infiltração de água no solo e reabastecem os lençóis freáticos.

2) Mudanças climáticas: Para acompanhar a instabilidade do clima serviços de meteorologia e a agricultura de precisão são tecnologias chave para o produtor não ficar refém das adversidades climáticas e dessa forma sendo ferramentas para diminuir perdas na lavoura.

3) Emissões na agropecuária: Ao lado da necessidade de abastecer a população mundial e atender sua demanda por alimento, está o compromisso de praticar ações sustentáveis. Nesse contexto, descarbonizar a produção agrícola passou a ser ainda mais importante.

4) Desperdício de alimentos: Segundo a FAO, 30% dos alimentos produzidos anualmente no mundo são desperdiçados. Solucionar esse gargalo também é papel do setor agropecuária, responsável pela produção, transporte e comércio de alimentos.

5) Mão de obra no campo: Hoje, o Brasil também lida com a falta de mão de obra no campo e com a necessidade de mecanizar as lavouras. Tornar o trabalho rural atrativo para os jovens e capacitá-los para exercer funções técnicas são alternativas.

6) Nutrição e saúde: Frente o problema da subnutrição e da obesidade, a alimentação como forma de prevenir doenças também tem estado em pauta. Cabe ao setor agrícola apoiar políticas públicas pelo consumo de alimentos saudáveis e de qualidade.

7) Segurança biológica: Em um mundo em que o mercado de importações e exportações se tornou realidade, a preocupação com a biossegurança é inevitável. Daí a necessidade conheceremos as leis do país e investir no controle de pragas e contaminantes.

8) Energia: No caso da agropecuária, a produção de energia é um mercado com amplas possibilidades e que precisa receber a devida atenção. As oportunidades vão desde a produção de biocombustíveis até a obtenção de energias limpas, como a biomassa.

9) Preocupação social: Mais do que um provedor de alimentos para a cidade, o campo é a casa de milhares de brasileiros. Proporcionar qualidade de vida para essas pessoas e lutar por sua inclusão social devem ser preocupação constante.

10) Turismo rural: Comparando o potencial brasileiro ao de países europeus, o Brasil tem a possibilidade de aumentar investimentos no turismo rural que, ainda é subaproveitado no país.