Pinhalzinho

24º

16º

Maravilha

24º

16º

São Miguel do Oeste

24º

16º

Chapecó

23º

15º

Celeiros do Mundo

A preocupação com a segurança e soberania alimentar é eminente. Muito se ouve falar da necessidade de se alimentar o mundo, de que seremos um planeta de 9 bilhões de pessoas em 2050, querendo comer mais e melhor. Sabemos que isso é missão da agropecuária mundial, e brasileira em particular. Mas afinal, quais são os alimentos mais consumidos no mundo, e que países produzem e continuarão produzindo esses alimentos?

 

Analisando as estatísticas da FAO, da produção das 10 maiores culturas plantadas no mundo, percebemos no topo do ranking a cana de açúcar (produção de 1,773 milhões de toneladas), seguida do milho (875 Ml/t), arroz (718 Ml/t), trigo (675 Ml/t), batata, beterraba açucareira, mandioca, soja, cevada e batata doce. A cana de açúcar é a cultura de maior tonelagem colhida, mas boa parte de sua produção é para etanol, ou convertido a açúcar. Todas as outras principais culturas são base da alimentação humana e animal – cereais, as plantas com tubérculos e oleaginosas são complementados por frutos, hortaliças, temperos e condimentos. O milho, o cereal mais colhido do mundo, é usado em menor escala na alimentação humana e etanol, mas sua principal utilização é para ração animal, e junto com o farelo de soja é a base nutricional da produção de proteína animal.

 

A tabela (foto acima) mostra o ranking dos principais produtores mundiais das principais culturas, observando esses números não é difícil concluir que o mundo tem 4 grandes “celeiros”: China, Índia, EUA e Brasil. Os dois primeiros, os celeiros asiáticos, com populações acima de 1 bilhão de pessoas, tem grande preocupação com a segurança alimentar e praticamente tudo que produzem é para o mercado interno. Apesar de toda sua produção agropecuária, a China é o maior importador mundial de alimentos, isso mostra o impacto que o crescimento de população tem na demanda por alimentos. Ainda segundo dados da FAO, os EUA lideram a produção de proteína animal - carne bovina, frango e leite. Além de maior produtor de milho e soja.

 

O Brasil, está entre os 3 maiores produtores de carnes, segundo maior produtor de soja, maior produtor de açúcar, café e suco de laranja, apesar de todos os problemas logísticos. Somos os maiores exportadores agropecuários do planeta (exportamos para mais de 180 países), e em termos de autossuficiência continuamos apenas grandes importadores de trigo.

 

Por fim, essa respeitável posição entre os maiores produtores mundiais, o crescimento tecnológico das ultimas décadas, a capacidade de gerar excedentes exportáveis e a maior área disponível para expansão agrícola, faz do Brasil um potencial para principal celeiro mundial. Para isso, precisamos valorizar quem realmente produz e oferecer condições para continuar produzindo.