Pinhalzinho

22º

19º

Maravilha

21º

17º

São Miguel do Oeste

21º

17º

Chapecó

21º

17º

1991 – Moradores de Linha Pio X pousam para foto em frente à igreja

Depois da celebração religiosa os moradores da comunidade de Linha Pio X – Pinhalzinho registraram nesta fotografia um pouco do que foi aquela época. O berço de Pinhalzinho não prosperou como a atual cidade, mas jamais perdeu sua força e a característica de seu povo. A religiosidade sempre foi muito forte na comunidade e a antiga capela construída no final da década de 70 foi símbolo da localidade por muitos anos, até que em 1992 a atual capela foi construída.

 

 Esse templo religioso fez parte da fé de pessoas que começaram e continuam a história de Pinhalzinho, pois havia duas colonizações neste município: primeiro na Linha Pio X e logo depois na atual cidade. Uma teve o líder Tranquilo Farneda e outra encabeçada por Avelino Fiorini. Passados sete décadas da colonização, o traçado das ruas permanece na comunidade interiorana. Pio X jamais perderá sua importância, pelo contrário, representa uma das maiores fatias da economia pinhalense e sempre será admirável para a história do município.