Pinhalzinho

29º

20º

Maravilha

26º

21º

São Miguel do Oeste

26º

21º

Chapecó

26º

20º

Talento e amor em quadra

A Sua Voz - Carine Arenhardt

29/06/2016

___________________________________________________________________________________________

Foto: Wesley Mattos

Na segunda-feira (27) foi dia de comemorar o Dia Nacional do Vôlei. A data é especial para os jogadores, treinadores e torcedores deste esporte que traz muitas conquistas para o Brasil. E é claro que o voleibol não é sucesso apenas entre os homens, o público feminino também curte o esporte e mostra talento em quadra.


A atleta saudadense Cassia Rauber, 18 anos, é um dos sucessos do vôlei, e nesta semana protagoniza nossa matéria no Capa de Variedades. Ela conta que começou a jogar vôlei com apenas oito anos de idade. "No começo era mais por lazer, treinava apenas uma vez por semana. Mas com o passar dos anos o amor por este esporte foi crescendo e passou a ser algo do meu cotidiano", relata.


Cassia ainda não é jogadora profissional, mas já conquistou inúmeros títulos e atualmente atua na equipe de base do Sesi-SP. Quando a atleta iniciou os treinamentos, ainda muito nova, recebeu o apoio da família, principalmente do pai Darci e do tio Márcio, que foram seus treinadores por nove anos. "Sou muito grata a eles, por tudo que me ensinaram dentro e fora das quadras, por toda dedicação que tiveram comigo e com toda equipe. Vou levar para sempre todo esse aprendizado", reforça.


Aos 18 anos, Cassia já coleciona sete títulos estaduais, representando Saudades, em campeonatos catarinenses. Disputando os jogos escolares, a atleta também recebeu o título de campeã brasileira e vice-campeã sul Americana. A saudadense também comemorou a conquista do campeonato sul americano, na categoria infantil, e na categoria infanto, jogando pela seleção brasileira. Este último título rendeu a participação no mundial infanto, em 2015.


Mas, todos estes títulos não vieram sem esforço. Cassia afirma que é preciso de muita dedicação, e como em qualquer outro esporte, força de vontade, e responsabilidade para evoluir como atleta. Ela afirma que todo esforço vale a pena. "O vôlei me proporcionou momentos inesquecíveis, sensações de tristeza, emoção, dor, superação, garra, decepção, mas principalmente alegria. Tive a oportunidade de conhecer lugares maravilhosos, que se não fosse por ele, não teria conhecido. Conheci pessoas de todos os cantos do Brasil, e fiz amizades que levarei eternamente comigo," finaliza Cassia.