Pinhalzinho

29º

18º

Maravilha

28º

18º

São Miguel do Oeste

28º

18º

Chapecó

28º

18º

Uma empresa global que chegou em Pinhalzinho

A Sua Voz - Carine Arenhardt

17/08/2016

___________________________________________________________________________________________

Fábio José Reckziegel - representante da Semex (Foto: Divulgação)

Você já ouviu falar na Semex? A Semex é uma empresa global, com sede no Canadá, com mais de 1.800 touros testados e alojados em sete países e cinco continentes, entre eles o Brasil, tendo ação comercial presente em mais de 80 países, com mais de 110 distribuidores no mundo. A empresa trabalha há mais de 30 anos na comercialização de sêmen bovino, atendendo uma demanda global com um rigoroso padrão de qualidade. A Semex Brasil tem sua distribuidora sede na cidade de Blumenau, representando um símbolo da excelência genética em qualidade de sêmen no país.


Há seis anos, a Regional Semex/Pinhalzinho, chegou em Pinhalzinho, prestando atendimento para toda região. Em agosto de 2010 iniciava o trabalho do engenheiro agrônomo, Fábio José Reckziegel, profissional que apostou na Regional Semex Pinhalzinho. Ele recebeu o convite da Semex Brasil, e aceitou ser um representante desta grande força global, que contribuiu para o melhoramento genético de bovinos no mundo todo.


Fábio já trabalhava no ramo, e começou uma nova etapa na carreira profissional, com o objetivo principal de atender a demanda de uma atividade forte em nossa região: a bovinocultura. A Regional Semex Pinhalzinho atende produtores em 64 municípios no Oeste de Santa Catarina, com uma treinada equipe de campo, formada por engenheiros agrônomos, zootecnistas e técnicos.


O processo começa com a avaliação do rebanho, e em seguida são traçados os objetivos, conforme perfil do gado e metas do produtor. A Semex faz a comercialização do sêmen, materiais voltados a aplicação, e também o acompanhamento do rebanho para análise dos resultados.


No Brasil, a Semex tem 90 representantes, destes quatro são do estado de Santa Catarina, um deles em Pinhalzinho. Fábio conta que começou o trabalho com apenas um colaborador, e hoje conta com uma equipe de cinco profissionais técnicos, mais duas pessoas no suporte interno. Ele atende clientes diretos, a exemplo de produtores, e também cooperativas, lojas agropecuárias e prefeituras. Ao falar sobre metas, Fábio afirma que pretende ampliar o atendimento na região, chegando a novos clientes.
"Buscamos oferecer um trabalho diferenciado, com muita informação e serviço técnico. Queremos que os filhos sejam melhores que as mães", afirma ao falar sobre o trabalho de melhoramento genético.