Pinhalzinho

33º

24º

Maravilha

32º

23º

São Miguel do Oeste

32º

23º

Chapecó

31º

23º

Seminário de Bovinocultura de Leite reúne 5 municípios

06/12/2018

___________________________________________________________________________________________

A atividade leiteira, que está em expansão na região, foi tema do Seminário Intermunicipal de Bovinocultura de Leite, realizado na quinta-feira (29) em Sul Brasil. O evento contou com produtores de leite dos municípios de Sul Brasil, Modelo, Bom Jesus do Oeste, Serra Alta e Saltinho.

 

O extensionista rural da Epagri de Sul Brasil, engenheiro agrônomo Gabriel Deobald, diz que o seminário é planejado anualmente, em cada ano em uma cidade. “Neste ano foi em Sul Brasil e foram definidos quatro temas: Leite Rentável e Sustentável, Perspectivas e desafios da cadeia do leite em SC e Qualidade do Leite e Conforto animal. Sabemos que o mercado do leite oscila bastante, mas hoje o preço é favorável. Esperamos que isso se mantenha para que o produtor possa continuar seus investimentos na atividade”, disse.

 

Durante a manhã, o público presente acompanhou uma palestra com o secretário de Estado da Agricultura e da Pesca, Airton Spies. O palestrante é um dos nomes mais influentes do setor agrícola no país e para o seminário abordou o tema “Perspectivas e Desafios para a Cadeia do Leite em Santa Catarina”. O prefeito Eder Marmitt, disse que o tema interessa não só aos produtores, mas também aos gestores. “É um assunto que atinge a todos nós, porque a principal atividade econômica do nosso município é o setor leiteiro. Se o leite tem queda e não abre mercado, nós também temos queda no ICMS do município”, relatou Eder, enfatizando ainda que espera que os novos governos estadual e federal busquem parceria com os países vizinhos, principalmente na questão de importação do leite.

 

O coordenador estadual do Programa Pecuária da Epagri, engenheiro agrônomo Carlos Mader Fernandes, falou da “Pecuária de Leite Sustentável e Rentável”. Ele alertou aos participantes sobre a importância de conhecer o custo de produção da atividade. “Cada vez mais o produtor precisa ter capacidade de gestão e profissionalismo. São características básicas para ter sucesso na atividade. Manejo, alimentação e qualidade são fatores que precisam estar funcionando perfeitamente para o produtor se dar bem em sua atividade”, enfatizou o palestrante.

 

O casal Sérgio e Juscilei Fiori trabalham com produção leiteira há seis anos. Eles residem na Linha Alto Recreio, Sul Brasil e possuem 25 animais em lactação. A propriedade é modelo e tem o acompanhamento de perto pela Epagri. “Tudo é feito com programação. Temos piqueteamento com sombra e água para conforto animal. A Epagri presta assistência e visitam a propriedade para nos orientar”, explica Sérgio.

 

O casal diz que com o auxílio da Epagri conseguiram a redução de custos na atividade e com isso torná-la mais rentável. “Com a pastagem permanente conseguimos uma redução no custo de produção e isso nos ajudou. Hoje produzimos 8 mil litros mensais de leite, mas sabemos que sempre tem o que melhorar”, finalizou o produtor.