Pinhalzinho

27º

17º

Maravilha

24º

17º

São Miguel do Oeste

24º

17º

Chapecó

25º

17º

Semana Acadêmica aborda desafios atuais da profissão

A Sua Voz - Gisele Petry

17/08/2016

___________________________________________________________________________________________

Foto:Divulgação

Na próxima segunda-feira (22), o Curso de Psicologia da Unoesc de Pinhalzinho inicia a VII Semana Acadêmica com o tema: "Desafios da psicologia nos dias atuais". A abertura das atividades será às 19h, no auditório da instituição, com apresentação teatral dos alunos da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) Pinhalzinho e palestra sobre "Assédio Moral no Trabalho".


Para a realização dessa edição da semana, os acadêmicos do curso participaram na escolha dos profissionais envolvidos e temas das palestras. Eles também terão participação assídua durante o evento. Segundo o coordenador do curso, professor Álvaro Cielo Mahl, a semana acadêmica é um momento privilegiado para aprendizado dos futuros profissionais. "A Semana Acadêmica constitui-se num espaço privilegiado para promover debates e discussões atuais relativas ao fazer do Psicólogo com a possibilidade do intercâmbio de ideias. É fundamental a criação destes ambientes, como oportunidade para a ampliação na construção de saberes aplicados ao exercício profissional", afirma Álvaro.

 

Os principais objetivos da semana são: debater sobre os desafios da psicologia nos dias atuais; proporcionar um espaço de construção coletiva de saber e diálogo a respeito das temáticas relacionadas ao fazer do psicólogo como agente de mudança, como atuante na construção, desconstrução e reconstrução de significados; ampliar a construção dos saberes psicológicos através da interdisciplinaridade e possibilitar um maior conhecimento acerca das práticas profissionais em psicologia e áreas afins.

 

Temas atuais serão abordados nas oficinas e palestras
De acordo com o coordenador Álvaro, os temas das oficinas e palestras foram elegidos por serem temas atuais. "São temas que estão sendo bastante discutidos em todos os segmentos da sociedade, tal como podemos observar quando se discute sobre o assédio moral no trabalho, sobre as questões de gênero e sexualidade, sobre a violência contra a mulher, enfim, são temas que precisam ser debatidos", fala.


No total, serão oito atividades entre palestras e oficinas. A primeira será apresentada na abertura, com o professor Paulo Drumm e o tema: "Assédio Moral no Trabalho". Na terça-feira (23), iniciam as oficinas: "Práticas criminais forense e suas correlações com a Psicologia", com o profissional que atua no Instituto Geral de Perícias de Santa Catarina, Abel Petter; "Feminicídio", com a professora Alessandra Franke Steffens; "O corpo na clínica ou a clínica no corpo", com o professor Doutor Ricardo Niquetti.
A quarta-feira (24), será dia de palestra sobre "Medidas Socioeducativas", com o sociólogo Guilherme Cechelero.


Na quinta-feira (25), acontecem outras três oficinas sobre: "Questões de Gênero", com o membro do Conselho Regional de Psicologia de SC, Ematuir Teles de Souza; "Reaprendizagem Criativa", com Douglas Salvador; "Psicologia Hospitalar", com a psicóloga Bárbara Alice Lilly Lohmann da Silva, que atua no Hospital Regional Terezinha Gaio Basso, de São Miguel do Oeste.
"A principal expectativa é que tenhamos excelentes debates que possibilitem aos profissionais e futuros psicólogos desenvolverem suas competências para atuarem em nossa região, e que possamos novamente, criar um espaço de intercâmbio de ideias, de desenvolvimento de relações e contatos", salienta o coordenador.


A comunidade pode participar gratuitamente da 7ª edição da Semana Acadêmica do Curso de Psicologia da Unoesc. Alunos do ensino médio que tiverem interesse em alguma oficina devem entrar em contato pelo e-mail: psicologia.pzo@unoesc.edu.br ou pelo telefone 3366 3388. Inscrições podem ser realizadas pelo site da universidade ou na própria coordenação do curso.
"Esta é a nossa 7ª Semana Acadêmica aqui em Pinhalzinho, o que demonstra a consolidação do curso no município, e afirma a necessidade de cada vez mais nos atentarmos para a saúde mental da nossa população", finaliza Álvaro.