Pinhalzinho

33º

24º

Maravilha

32º

23º

São Miguel do Oeste

32º

23º

Chapecó

31º

23º

IGP faz mutirão para vistoriar 216 veículos furtados

A Sua Voz

27/06/2016

___________________________________________________________________________________________

O Instituto Geral de Perícias (IGP) de Chapecó, no Oeste catarinense, fez um mutirão e realizou 216 exames de vistoria em carros apreendidos por furto ou roubo para devolvê-los aos proprietários, como mostrou o Jornal do Almoço desta segunda-feira (27).

 

Conforme o gerente do IGP da região, Leandro Paniago, somente em Chapecó havia 150 veículos com perícias pendentes. Porém, esse IGP atende também Xanxerê, Concórdia e São Lourenço do Oeste

 

Conforme o IGP, há apenas um profissional que faz perícias em veículos para atender quatro cidades. Para o mutirão, que durou cerca de uma semana, foram deslocados mais quatro profissionais para atender a demanda.

 

Atualmente, o perito titular trabalha um dia em Chapecó e, no outro, viaja para a cidade com maior necessidade. Com isso, os donos dos veículos precisam esperar, no mínimo, duas semanas para conseguir a liberação.

 

"Foi feito um trabalho em conjunto, que envolveu a Polícia Civil mais o IGP. Nós juntamos alguns profissionais, fizemos um mutirão, deslocamos alguns peritos mais alguns auxiliares", afirmou o gerente do IGP Chapecó.

 

Juntos, os quatro municípios têm uma população de mais de 600 mil habitantes.

Nova medida

 

O IGP anunciou que fez um termo de cooperação entre o IGP, a Polícia Civil, o Ciretran [Circunscrição Regional de Trânsito] e empresas de vistorias do município para agilizar o processo de liberação de veículos roubados.

 

"Esses veículos, quando são apreendidos, são encaminhados primeiramente a essas empresas de vistoria, que vão realizar esse exame de imediato. E caso seja constatada alguma adulteração de motor, de chassi, de algum item identificador do veículo, ele vai ser remitido ao IGP. É importante frisar que esse encaminhamento não gera nenhum custo para o cidadão", disse o gerente do IGP.

 

Fonte: G1